Perdido com precisão

gps

Anúncios

Sintomas de paixão

Ela está diferente.
Não parece,
ninguém nota
e nem percebe.

Fisicamente está igual.
O corte de cabelo não mudou,
a cor também não,
o aparelho ainda tem
e há meses a mesma cor permanecia:
Verde piscina.

As roupas,
as de praxe,
no mesmo estilo habitual;
combinando entre si,
ou com o salto,
com a bolsa
ou outro acessório.

O batom,
nas mesmas cores costumeiras,
sem perder a extravagância.

Os sorrisos,
antes escassos,
espontâneos,
agora saem fácil.

Os olhos,
castanhos-claros-esverdeados,
estão diferentes e denunciam:
A felicidade de estar apaixonada.

Ela é de humanas!

Ela é de humanas!
Não trabalha com números
Não quer saber quantos pegou
Nem quantos irá pegar
Ela quer conversar
Sobre ela
Sobre ele
O que gosta, o que faz e o que pretende fazer
Ela quer conversar
Não contar
De exatas
Só se for pra somar

Ela quer se humanizar

Amar e odiar

Vivemos numa época de conveniências
Amar é difícil
Odiar é fácil
É só começar e o sentimento cresce sozinho
Quando se ama alguém, algo não esperado nos decepciona
Quando se odeia, qualquer erro nos dá razão
Quando se ama há compreensão, pra odiar não precisa de entendimento
O amor não serve pra uma geração de conveniências